sexta-feira, 8 de maio de 2015

Concept art? Character design?


Buenas gurizada! Tenho recebido alguns e-mails e mensagens nos últimos tempos com muitas perguntas a respeito de concept art e character design. Então, para responder a muitas destas questões de uma só vez, resolvi fazer este post.

Todo produto de entretenimento, como um filme, uma animação ou um jogo, passa por diversas etapas até chegar a nós, consumidores, sendo elas basicamente pré-produção, produção e pós-produção.

É na pré-produção que o concept artist trabalha mais forte, pois aqui é o embrião do projeto, a etapa de criação. É neste momento que é definido o caminho que o projeto irá tomar, seu ambiente, a época, quantas personagens terá e quais serão seus papéis na história, se o enredo será mais sério ou mais engraçado... enfim, é aqui que tudo é criado e que é feito o planejamento do projeto.

O papel do concept artist é transformar ideias em imagens que retratem este universo que está sendo criado, para servir de referência para a equipe durante a etapa de produção. Desta forma, quando um artista de 3D tiver que modelar uma criatura de 2 cabeças vinda das profundezas das colônias de Marte, ou quando a equipe de figurino de um filme tiver que preparar as roupas para os atores, eles terão as imagens para guiá-los mostrando cores, formas, personalidades e todos os aspectos necessários para que aquela ideia ganhe vida.

É necessário ter as artes conceituais em mãos para a etapa de produção mantenha a unidade, fazer com que tudo realmente pertença àquele mesmo universo e não se torne uma bagunça de várias ideias que não se encaixam.

Uma coisa muito importante que o aspirante a concept artist tem que ter em mente é que o seu papel é gerar ideias, muitas ideias, para que a equipe escolha a que mais esteja alinhada com o projeto. Raras são as vezes que o seu primeiro desenho é o escolhido, o concept artist faz vários e vários estudos, rabiscos mesmo, ideias esboçadas de maneira muito simplificada, gerando poses, ações, funções, lugares, ângulos de câmera, enfim, tudo que busque a essência da ideia, do conceito que está sendo trabalhado. Após escolhida a melhor ideia, ela será melhor trabalhada, irá ganhar uma pintura melhor e ficar o mais próximo do resultado que a equipe tem em mente para cumprir o seu papel como referência, como guia. Ou seja, você não estará exatamente fazendo uma arte, mas elaborando um design, um funcionamento, e esta imagem provavelmente não será exposta em lugar algum no resultado final.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Dentro da área de concept art, temos ainda algumas sub-divisões, que são as seguintes:

 - Character design: a área do concept art que cria as personagens, retratando seu tipo físico, sua personalidade, cultura, etnia, época, função, dentro do estilo do projeto que pode ser mais realista ou estilizado, mais sério ou mais irreverente. Citando alguns exemplos de personagens icônicos: Darth Vader, Goku, Mr. Spock, capitão Jack Sparrow, Bond, James Bond, Lich King, entre outros das mais diversas mídias. E eles ainda podem variar muito de uma mídia para outra, como por exemplo personagens de quadrinhos. Batman, Homem-Aranha e vários outros ganham novos designs quanso são lançados em animação, games, cinema ou TV. Mesmo Mickey, Donald, Pernalonga, Pica-pau, que são clássicos acabaram ganhando novas versões com o passar dos anos.



-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 - Creature design: muito similar a character design, mas com foco em criaturas e monstros menos humanóides, como dragões, dinossauros, ogros, alienígenas, seres míticos, etc. Como exemplo, podemos citar criaturas como a dos filmes da série Alien, os animais de Pandora em Avatar, os Nazgul em O Senhor dos Anéis, Smaug no Hobbit, Godzilla, etc.







-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 - Environment design: é a parte que gera os concepts do ambiente da trama, criando cidades, prédios, paisagens, universos de acordo com a época e situações vivenciadas na trama. Tudo que ajude a equipe de produção a desenvolver o cenário dos games, animações ou a procurar as locações perfeitas para as filmagens. É nesta etapa que ganham vida mundos como o de Mad Max, Star Wars, Final Fantasy, O Último Samurai, Warcraft, Meu Malvado Favorito, O Hobbit e por aí afora.





-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 - Vehicle Design: esta é a área que cria os mais diversos veículos do projeto, indo de coisas mais simples do nosso dia-a-dia como carros, motos, trens e aviões, até tanques futuristas, espaçonaves, planadores, etc. Como exemplos, podemos citar a Millenium Falcon (oh God!!), a X-Wing, o carro dos Flintstones, o porta-aviões da SHIELD no filme dos Vingadores, o DeLórean do De Volta para o futuro, e por aí vai.





-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

  - Weapon design: quem irá criar as mais diferentes armas do projeto e a maneira com que elas serão usadas. Exemplos são o sabre-de-luz de Star Wars, as mais variadas espadas, martelos e arcos dos fantasy RPGs, as lâminas escondidas da série de games Assassin's Creed, os diversos rifles e pistolas dos games e filmes de ação...






-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 - Prop Design: é a etapa que cria todos os objetos que fazem parte daquele universo. Desde utensílios de cozinha até itens de decoração, armaduras, móveis. Não se engane, prop design e environment design são o que realmente dão a cara a um projeto, pois é através deles que você se situa naquele mundo. Como exemplo podemos citar os móveis, as portas e objetos da toca do Bilbo no filme o Hobbit, as bugigangas dos filmes do 007 como caneta explosiva ou óculos de visão de raios-x, os lançadores de teias do Homem-Aranha ou o skate-voador do Marty McFly!





-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

  De maneira bem resumida é isto. No Brasil, nos diferentes estúdios de produção, seja de cinema, animação, games ou qualquer outro, estas etapas geralmente acabam se misturando, e um profissional ou uma pequena equipe faz todas estas atividades. Character design e creature design são assumidos por uma pessoa, e environment design, vehicle design, weapon design e prop design por outra, ficando assim divididas as tarefas com aquele que irá trabalhar as personagens e aquele que irá trabalhar os cenários, isso quando não é uma única pessoa que assume tudo.

  E infelizmente esta pré-produção acaba não sendo feita da maneira ideal aqui no país. Muitas vezes os estúdios dão pouco tempo para esta etapao, ou já entram de cabeça na produção, fazendo com que o animador ou modelador tenha que fazer o seu trabalho sem as devidas referências, tendo que produzir diretamente a arte-final, assumindo assim a função de concept artist enquanto produzem o material final. Aos poucos esta cultura está se modificando, mas ainda a passos lentos.

Ah, só mais uma coisa:
 - Concept arT e character desiGN são os produtos;
 - Concept artIST e character desigNER são as pessoas que fazem estes produtos.

Por favor, não se esqueçam disso!! Espero ter respondido algumas das suas dúvidas, e bueno, é isso! Hasta luego, indiada!!


*As imagens de filmes, games e animações apresentadas neste post possuem direitos autorais, e foram utilizadas apenas para fins educativos, sem que houvesse qualquer forma de monetização em seu uso.

3 comentários:

Victor Miguel disse...

Seu Blog É Muito Interessante,Muito Bom

Vinicius Curtis disse...

Muito bom cara!

Vinicius Curtis disse...

Muito bom cara!