terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

PokedexBR, Global Game Jam e vida de freelancer


 Buenas, gurizada!! Sei que disse que os posts seriam mais seguidos, juro que tento, mas fica difícil escrever quando não se tem assunto. Mas desta vez eu tenho assuntos para uma boa conversa......... ao menos eu acho!! :P

  Comecei oficialmente no dia 23 de janeiro deste ano de 2014 a minha vida como profissional freelancer, e para começar com o pé direito, duas coisas muito bacanas ocorreram: neste dia foi divulgado o material do 3º #PokedexBR, brincadeira proposta pela galera da 2Minds Studio onde vários artistas retratam os pokemons em seu próprio estilo de desenho, e a Global Game Jam 2014.

  Desde 2012 eu participo da GGJ e sempre trago o material que produzo juntamente com a galera. Explicando rapidamente: na Global Game Jam, profissionais, estudantes e apaixonados pela área recebem um tema e tem 48 horas para produzir seu próprio game. Este game pode ser um videogame, boardgame, cardgame, não importa, o que vale é a integração, a troca de experiências entre os participantes.

  Acabamos desenvolvendo um protótipo chamado Fear the Way, onde uma menininha tem que voltar para sua casa a noite passando por dentro de uma floresta escura. Seu medo cria monstros medonhos, e cada coisa parece muito mais assustadora do que realmente é.

  O game obviamente necessita de muito mais atenção. Originalmente foi desenvolvido na Contruct2, mas está sendo refeito em Unity. Este protótipo foi especial para mim, pois foi desenvolvido apenas por minha namorada e eu. Criamos o enredo, e então ela programou, fez o game design e o level design, enquanto eu fiz a arte e animações.

  Você pode dar uma conferida no visual do game nos videos abaixo, e também testar no link do fim da postagem. Espero que tenham curtido o material, e espero que curtam o nosso game. Por favor, caso queiram fazer comentários ou dar sugestões, fiquem à vontade. Hasta luego, indiada!!


video


Jogar Fear the Way:

4 comentários:

Cris Machado disse...

Parabéns pelo ótimo trabalho professor.
Fui seu aluno na Odessa Macedo por 6 meses mais ou menos e fico muito feliz de saber que estás realizado profissionalmente. Joguei Fear the Way e gostei muito pois me lembrou muito o game Limbo e o game Gone Home (não sei pq). Gostaria de saber se tu já estás emprestando aquele teu caderno com teus próprios desenhos, pois me lembro bem que tu emprestavas qualquer HQ da tua coleção mas aquele caderno não. Brincadeira. Tomei um caminho completamente diferente da arte, hoje sou policial embora meu sonho é poder criar meu próprio game. Mas então é isso com as coisas, um grande abraço e tudo de bom pra ti pq meu chimarrão já ta esfriando hahaha
Meu skype é: cris.rs.machado se quiser trocar uma ideia me adiciona. Abração mestre!!!

Charles Moreira disse...

Buenas, meu guri! Veja só que grata surpresa, um dos meus ex-pestinhas............ digo, ex-alunos!!

Meu guri, muito obrigado pelas palavras, e que grata surpresa esta. Fico contente que tenhas jogado o Fear the Way, estamos trabalhando no game para deixá-lo redondinho e lançá-lo em alguma plataforma, android, web, ainda não temos nada em vista, na verdade. Apenas estamos fazendo!

Hoje em dia o caderno está guardado em algum canto, e volta e meia o abro novamente para dar uma olhada, sinto um carinho especial por aqueles velhos desenhos em lápis no papel, minha base.

Sobre fazer um game, meu velho, as ferramentas estão aí na internet, inclusive sem querer tu me deu uma ideia para um post falando apenas sobre a produção de um game por uma equipe pequena, um indie game (termo usado para um game independente).

Um grande abraço, meu guri!! Te cuida!!

BBBrosnan disse...

Gostei muito do Fear rhe Way!
Me parece uma versão leve de Limbo.
Achei que ficou muito bonita a arte.
E como disse que fez a arte e sua namorada foi a programadora e game designer, eu gostaria de saber como fizeram com a música.

Charles Moreira disse...

Olá, BBBrosnan!! Que bom que você gostou, ficamos realmente contentes.
Limbo foi uma das referências para o projeto, mas a principal acabou sendo a tela de loading do Rayman Origins, que mostra apenas as silhuetas dos personagens andando sobre um cenário colorido.

A música do game é uma música clássica, casava com o clima do projeto e não há problemas de direitos autorais neste caso. Quanto ao video do youtube, quando você posta o video, há uma opção para acrescentar o audio, e o youtube lhe oferece músicas com o tempo do seu video em vários estilos para que você possa escolher uma.

O game está sendo refeito em Unity aos poucos, é um dos nossos projetos e iremos trabalhar para que ele fique bem divertido, na época nossa única preocupação era completar o game.

Desculpe pela demora da resposta, um grande abraço!!